Limites do suerrealismo na poesia de Murilo Mendes

  • Luisa Destri Universidad de Sao Paulo

Resumen

Este texto discute a influência do surrealismo na poesia amorosa de Murilo Mendes (1901-1975), um dos quatro grandes poetas modernistas brasileiros, a partir do modelo de leitura proposto por Roland Barthes em Le plaisir du texte. São considerados principalmente poemas do livro As metamorfoses (1944), com o objetivo de flagrar o movimento entre uma margem sensata e outra subversiva, conforme propõe o ensaísta francês. Observa-se assim como o espelhamento na vanguarda resulta em ambiguidades, pois obedece ao desejo de crítica à realidade, mas serve também à afirmação do sujeito, afastando o risco (politicamente desejado) de sua perda ou dissolução

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##

Citas

Antunes, J. P. (2001). Tradução comentada de O surrealismo francês de Peter Bürger. Tese de doutorado em Teoria e História Literária, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil.


Barthes, R. (1973). Le plaisir du texte. Paris: Les Éditions du Seuil.


Barthes, R. (2004). O prazer do texto. (J. Guinsburg Trad.). São Paulo: Perspectiva.


Bürger, P. (2012). Teoria da Vanguarda. (J. P. Antunes Trad.). São Paulo: Cosac Naify.


Facioli, V. (1994): “O Brasil e o surrealismo (aspectos do campo da produção artística erudita no período de 1920 a 1950)”, Organon, vol. 8, n. 22, pp. 23-38.


Eagleton, T. (2011). A ideia de cultura. (S. C. Branco Trad.) (2ª ed). São Paulo: Editora Unesp.


Mendes, M. (1994). Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar.


Mendes, M. (2014). Antologia poética. São Paulo: Cosac Naify.


Moura,M. M. (1995). Murilo Mendes: a poesia como totalidade. São Paulo: Edusp.


Moura,M. M. (1998). Três poetas brasileiros e a Segunda Guerra Mundial (Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles e Murilo Mendes). Tese de doutorado em Teoria Literária e Literatura Comparada, Universidade de
São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.


Staiger, E. (1997). Conceitos fundamentais da poética (3ª ed). (C. A. Galeão Trad.). Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.
Publicado
2017-01-10
Como citar
DESTRI, Luisa. Limites do suerrealismo na poesia de Murilo Mendes. Poligramas, [S.l.], n. 42, p. 95-109, ene. 2017. ISSN 2590-9207. Disponible en: <http://poligramas.univalle.edu.co/index.php/poligramas/article/view/4422>. Fecha de acceso: 21 ene. 2019 doi: https://doi.org/10.25100/poligramas.v0i42.4422.
Sección
Artículos

Palabras clave

Literatura brasileira, modernismo, leitura de poesia, surrealismo

Palabras clave

Literatura brasileira; modernismo; leitura de poesia; surrealismo